domingo, dezembro 07, 2008

Inacreditável

Dias atrás eu li uma pequena reportagem sobre um casal especial. A moça era portadora de síndrome de Down e o rapaz tinha paralisia cerebral (se não me engano). A reportagem era para contar que os dois seriam pais de um bebê. Acredito que para a alegria de todos, o bebê era saudável (a possibilidade de isso acontecer era de 50%; não vamos ser hipócritas, ninguém quer ver o filho tendo maiores dificuldades na vida por ele ser diferente. Todos queremos filhos saudáveis para poder aproveitar a vida ao máximo.

Mas o que me deixou extremamente estarrecida era que a avó só percebeu que havia algo "errado" quando a filha reclamou que a barriga dela andava se mexendo! Como assim?

Alguém pode me dizer que mãe é essa que a pretexto de deixar a filha ter uma vida independente (o que é muito bom, diga-se de passagem), não a vigia? Qualquer mãe deve saber o que acontece com sua filha (ou filho). Se ela está indo bem na escola, se está namorando, se iniciou sua vida sexual. Não é para ficar fazendo confidências (afinal, para mim, mãe não é melhor amiga: é mãe), mas para estar por perto para sanar qualquer dúvida ou estender a mão quando preciso.

Ela não percebeu que a barriga da menina estava crescendo? Que a menina não estava mestruando? NADA? Juro que nunca vi uma coisa dessas! Afinal, uma coisa é uma menina esconder a gravidez deliberadamente, outra é não saber nem que está grávida e o que isso significa. Depois os pais reclamam que dos filhos, só esquecem que tem sim uma parcela de contribuição para o desenvolvimento deles!

2 comentários:

JULIANA disse...

Me parece que a menina ficava em outra cidade (aonde o pai mora).
E não acho tão absurdo assim não.
Minha mãe tinha uma funcionária que a filha tinha algum tipo de deficiência mental. Enfim, a menina começou a passar mal, levaram pro PS e ela tava em TP. A minha cunhada qd descobriu que tava gravida já estava com 19 semanas. Cada caso... No people & arts vai começar uma série sobre isso!

Virgínia disse...

Eu vi mesmo a chamada da séria, Jú. E não acreditei na coincidência. Mas o que me deixou pasma é que essas mulheres (parece) da série são adultas, não mestruam, etc... e o que parece da reportagem que li, que com a menina não acontecia nada disso. A reportagem passava uma sensação de descuido (para dizer o mínimo) dos pais... o que importa é que o BB será bem recebi. Mas que é estranho, é estranho...