segunda-feira, dezembro 28, 2009

Adeus ano velho...


Queridos leitores (conhecidos e desconhecidos)! O Xéééééé vai entrar de recesso por um breve período.

Com uma monografia que PRECISA ser terminada (ainda não sei porque escolhi esse tema! Deveria ter optado por algo mais "nextel" sabe? Simples e direto! kkkkkkkkkkkk Mas cá estou estou soterrada por tratados internacionais, direitos humanos mil e um sem número de leis penais), com outra prova que PRECISA ser estudada, uma visitinha na delegacia (a batida no meu carro ainda está rendendo), trocas de presentes e uma viagem de fim de ano (aguardem dicas sobre Paraty!) não estou com tempo nem de ver a novela das oito. Coitada da minha fazendinha... morreu tudo! Prejuízo! ehhehehehe

Em razão de tudo isso, as coisas só voltam ao normal por aqui ano que vem! Desejo a todos vocês um 2010 cheio de conquistas! Que 2009 tenha sido só o ano de plantar as sementes (e mesmo assim tenha sido ótimo) e que o ano que está por vir seja o de colher os melhores frutos!

Até!!!!

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Desespero


Vai chegar o Reveillon, mas não chega amanhã às 17h... Eita sofrimento atroz!!!!!

PS: 17h chegou!!! E eu passei de novo! A prova anterior foi anulada. Marcaram outra. Minha pontuação caiu quase 10 pontos, mas eu consegui ir para a segunda fase novamente! OBRIGADA MEU DEUS!

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Jingle Bells


2010 já está batendo na porta. A temporada de festas de fim de ano já começou há tempos. É um tal de amigo secreto da empresa, da academia, das amigas de escola. Sem contar o grande dia, com a parentada toda reunida.

E é aí que começam os problemas. Como você vai conseguir escolher presentes para todos e, ainda por cima, agradar? Nem adianta que aqui você não vai encontrat dica nenhuma! Aliás, também não aguento mais reportagens falando sobre os presentes-gafes e os presentes-chaves. Eita povinho que não tem criatividade para fazer pautas!

Esse post pretende abrir seus olhos para algumas verdades. Se para você já é tarde, fica de preparação para o Natal do ano que vem!

1) Você nunca vai conseguir dar um presente que agrade sua sogra! Ou ela vai achar que foi "pobrinho demais" ou que você está tentando puxar o saco dela. Não tem jeito.

2) Não pense que todo mundo gosta de ganhar livro. É mentira. A minoria das pessoas lê hoje em dia. E quase a totalidade gosta de pseudos auto ajuda. Um dos primeiros presentes que dei para meu sogro foi um livro. Um livrão, em todos os sentidos. E quem acabou ficando com ele foi a minha ex-concunhada! O sogro mesmo acho que nem abriu.

3) Presente para afilhado tem a única intenção de agradar a mãe do afilhado. Nem pense em dar algo barato! Ela vai se arrepender profundamente de ter te escolhido enquanto outros pimpolhos da família ganham lembranças melhores. E nem vem com essa história de que madrinha/padrinho são os segundos pais, porque hoje o povo não vai nem à missa, quanto mais guiar o afilhado espiritualmente na falta dos pais!

4) Sem dúvidas você vai dar um presente melhor do que vai receber em qualquer amigo secreto. É a lógica. Não tem como escapar. Isso quando não ganhar presente repassado. Minha tia ganhou um presente (tá certo que era de casamento) e por incrível que pareça veio com 2 cartões dentro! Tinha sido repassado 2 vezes. Três, contando com ela! E assim segue a vida.

5) Sempre vai ter um bêbado chato. Não tem jeito! É praticamente um presente de grego. O que varia é o show. Tem aquele que atormenta os outros; tem o que chora; o que acha que é piadista; o que dá vexame. Bêbado faz parte da festa, assim como o perú. São indissociáveis.

6) Vai sobrar comida. E muita! Mas mesmo assim aquela sua prima chata (pode ser sua sogra também, se a festa foi feita por você) vai dizer que não comeu nada! Ou vai dizer que não fizerram nada que ela gostasse porque ninguém se importa com ela.

7) Apesar de tudo isso, você vai adorar! Porque a gente espera o ano todo para poder reunir os amigos, a família, e não ter que dar desculpa para ser festivo ou emotivo. Não tem nada melhor que ter aqueles que gostamos por perto! Mesmo que seja para atormentar a paciência...

quarta-feira, dezembro 16, 2009

CORAGEM!

Mensagem no orkut de uma pessoa conhecida:

AnCiosa para a fomatura. Sou formanda em Letras-Inglês, com muito orgulho!

"MEOOOOO DEOOOOSSSSSS" como diria o outro... E olha que a faculdade não é nenhuma porcaria, não!

De pensar que são essas pessoas que vão educar nossos filhos! SOCORRO! Me lembra bem uma professora primaria que tive (segunda série). Ela tinha um problema (ou seria POBREMA?) com o L e o R... era um tal de pRaneta, pRanta que não tinha fim.

Eu sei que muitas vezes a questão é médica (talvez uma fono ajudaria). Minha irmã mesmo tem um professor. Ele é doutor (daqueles que fez mesmo doutorado)na especialidade dele em medicina. Mas fala tudo errado! Para delírio dela (minha irmã) que não se aguenta de tanto rir (vocês não tem noção do que é ela rindo) na sala... ele cRica no mouseR do computador para mostrar a questão da hemogRobina!

Mas daí a professoras primárias falarem ou escreverem errado desse jeito, não dá! É demais. Elas lidam com pessoas em formação. Um universitário sabe (ou deveria saber) como se escreve ou fala, mas uma criança de 7 anos... É duro, viu?

sexta-feira, dezembro 11, 2009

E lá se vão 13 anos...

Achei esse texto há um tempo atrás. Diziam que o autor era o Pedro Bial. Se for, aí estão os créditos. Se não for, o verdadeiro autor que me perdoe... Mas exprime exatamente o que eu sinto até hoje... Saudades eternas, pai!

"Morrer é ridículo.

Você combinou de jantar com a namorada, está em pleno tratamento dentário, tem planos pra semana que vem, precisa autenticar um documento em cartório, colocar gasolina no carro e no meio da tarde morre. Como assim? E os e-mails que você ainda não abriu, o livro que ficou pela metade, o telefonema que você prometeu dar à tardinha para um cliente?

Não sei de onde tiraram esta idéia: morrer. A troco? Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio estudando fórmulas químicas que não serviriam pra nada, mas se manteve lá, fez as provas, foi em frente. Praticou muita educação física, quase perdeu o fôlego, mas não desistiu.

Passou madrugadas sem dormir para estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer da vida, cheio de dúvidas quanto à profissão escolhida, mas era hora de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente.

De uma hora pra outra, tudo isso termina numa colisão na freeway, numa artéria entupida, num disparo feito por um delinqüente que gostou do seu tênis.

Qual é? Morrer é um cliche.

Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém, sem ter dançado com a garota mais linda, sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida. Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e penduradas também algumas contas. Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas, a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.

Logo você, que sempre dizia: das minhas coisas cuido eu.

Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce, caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina, começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer. Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte costelas gordas e mulheres magras e morre num sábado de manhã. Se faz check-up regulares e não tem vícios, morre do mesmo jeito. Isso é para ser levado a sério?

Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o sono eterno pode ser bem-vindo.
Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase nada guardado nas gavetas. Ok, hora de descansar em paz. Mas antes de viver tudo, antes de viver até a rapa? Não se faz.

Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero. E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas.

Só que esta não tem graça."

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Só no Leblon mesmo

O dia que na minha casa tiver empregada boazuda, que usa uma mini-saia daquelas, ainda dorme quase pelada e troca de roupa de porta aberta, podem me internar.

E eu ainda tenho que assistir isso na novela... ninguém merece!

PS: Não é só a empregada que usa mini, a tal jornalista (que é tão cara-de-pau que permite que o marido dá prima dê em cima dela) usa micros! E ainda por cima apresentando um jornal! Queria só ver se a Fátima Bernardes usasse aquilo...

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Ressaca

Fazer o quê? Perdemos o campeonato. Não podíamos ter perdido o jogo contra o Botafogo. O que consola é a Libertadores. Rumo ao tetra!

O que eu não me conformo é ter o Flamengo ganhado. Antes fosse o Inter. Só de pensar nos jornais dando o mérito ao Adriano... isso me mata!

PS: Confesso que torci para o Flu. E olha que eu nunca torço por outro time que não o Tricolor. Mas conseguir continuar na primeira divisão, quando se tinha 98% de cair só pode significar uma coisa: Não desista!!! Se você acredita, pode dar certo, sim!

segunda-feira, novembro 30, 2009

Under Pressure!

Eu não sei como funciona com os outros, mas eu sob pressão trabalho muito melhor! É verdade que também fico com insônia, mas isso é detalhe! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Com um concurso suspenso (mas prestes a voltar a andar), com outro no forno para sair, problemas mil para resolver com o carro, ex-apartamento, marido que não anda satisfeito com o trabalho, empregada que avisa que não vem, hoje eu consegui escrever 12 páginas da minha monografia!!!!

Desde a mudança eu sequer abri o arquivo para dar uma olhadinha. Zero de inspiração. Mas o prazo está apertado. Tenho 2 meses para terminar tudo, mandar para meu orientador dar seu parecer final, para um revisor, levar pessoalmente (!) na UECE e esperar a aceitação.

Até agora eu estava só na parte da introdução (encheção de linguiça, na minha opinião). Estava só rodeando o tema. Agora é que fica pesado. Não sei porque escolhi um tema tão amplo. Apesar de já ter limitado para legislações promulgadas depois da CF/88.

Só sei que quero terminar isso antes do Natal! Para poder passar as férias tranquila, estudando para as provas que virão!

quinta-feira, novembro 26, 2009

SOCORRO!!

Alguém joga um caminhão de sal grosso com pimenta em cima de mim, por favor? Eu simplesmente não aguento mais tanta falta de sorte. Tô começando a achar que é mal-olhado, apesar de não acreditar nessas coisas!

Ontem eu fui buscar meu carrinho na oficina. Mais uma conta para pagar. Mas eu já estava conformada. Voltando para casa, 2km depois da oficina, fui atingida por uma camionete!! Isso mesmo! BATERAM NO MEU CARRO!

O cara estava estacionado, mas com a seta ligada. Deve ter achado que poderia entrar numa via com carros passando a qualquer momento, só porque já tinha ligado a seta. Ou seja, entrou e me acertou em cheio. Destruiu a porta trazeira do meu carro, o parachoque, etc E ainda queria dizer que a culpa era minha! É mole?

No final, preferi fazer um B.O. O seguro (que já não deve estar me querendo mais como cliente) morreu de velho. E tinha morrido mesmo. O fulano não era habilitado, estava com um carro com o licenciamento vencido e os pneus carecas, sendo que o carro era do patrão dele! Resumindo, passamos 5 horas na delegacia do bairro para fazer um Termo Circunstaciado (já que ele não tinha habilitação e bateu em mim, cometeu o crime previsto no artigo 309 do CTN; o dono do carro entrou no artigo 310, já que deu o carro para um sem-carteira digirir).

Eles vão ter que comparecer ao Fórum para explicar para o MP e para o juiz a lambança toda. Eu tive que levar meu carro para uma vistoria na Polícia e depois levar na oficina. Como ele não tem seguro, tive que acionar o meu. Vou ter que pagar a franquia...

Terminado tudo, vou propor ação no Juizado Especial. Ele vai ter que acar com o meu prejuízo. Não vou ter dó não. Tenho dó de mim! Agora se vou receber é outra história!

Não tá fácil, não!

segunda-feira, novembro 23, 2009

Decepção

Feriadão! Último do ano sem aquelas obrigações familiares que nos acompanham no Natal e Reveillon. Mas o marido quis ir pescar e eu acabei ficando sexta e sábado em casa.

Era para eu dar uma adiantada na minha monografia da pós (tenho até fevereiro para entregar), mas só consegui ficar na frente da TV assistindo a uma overdose de Heidi Klum e o seu Project Runaway. Fazer o quê? Zero de inspiração para escrever uma linha sequer!

Domingo, para compensar, ele me sugeriu um passeio diferente. Fomos ao Hopi Hari. Sem nenhuma pretenção, é verdade. Mas confesso que fique super desapontada! O site diz que o parque foi eleito pela oitava vez o melhor parque temático do Brasil! Mas tem outro? Assim fica fácil ganhar...

Achei o parque mal cuidado. Em todos os luagres haviam toneladas de chicletes grudados. Sem contar o lixo nos vãos. Tá certo que os visitantes é que são mal-educados, mas vai me dizer que na Disney todo mundo é fino? Nos parques americanos a gente não vê uma planta fora do lugar! Tudo está sempre pintado e bem conservado. O mesmo não podemos dizer do parque de Vinhedo.

Sem contar as quebras (falha técnica para mim é eufemismo). Não teve um brinquedo que não parou (às vezes mais de 30 minutos) por causa de uma falha! E não havia um funcionário para esclarecer. Sorte que o sol só apareceu de tarde, senão iríamos sair mais torrados que camarão de praia! Ficamos mais tempo parados em filas por isso do que andando em atrações. Na montanha-russa nem andamos. A dita-cuja parava (quebrava) a cada volta. No final, perdi a paciência e a coragem. Eu que não ia servir de cobaia!

Por falar em falta de funcionários. Não havia ninguém para esclarecer a respeito das paradas, ninguém para inibir os cara-de-pau que furam fila, nada!

No final, saímos de lá com a sensação de nota 3. Isso numa escala de 0 a 10! Não estou querendo comparar tudo com a Disney, seria um absurdo. Muitas daquelas pessoas sequer sabem onde ficam Orlando, então tudo é festa. Mas ganhar um prêmio de melhor parque temático do Brasil precisa de um motivo. E eu não achei nenhum!


Como chegar?
O parque está localizado no km 72,5 da Rodovia dos Bandeirantes (SP), sentido interior; Se você for de carro, tem estacionamento. Custa R$20, pagos na entrada.

Quando custa? Preparem o bolso! O preço do passaporte normal (se você não tem até 3 anos, nem é maior de 65) é R$59 na bilheteria. Estudante paga meia-entrada, mas também não brinca! O desconto só vale para as atrações culturais (juro que não sei quais são). Se quiser brincar, ou paga tarifa cheia, ou para por cada brinquedo (aí dá para usar o desconto para entrar no parq

O que comer? O parque possui vários quiosques com lanches, bebidas, doces e até um restaurante. Não é barato. Dois lanches do tipo "Mac" ficam em torno de R$40. São grandes, é verdade. A água custa R$4! Mas você pode levar sua matulinha sem medo.


Preciso ficar carregando as minhas coisas?
O parque possui guarda-volumes. Custa a bagatela de R$15! Mais R$2 de seguro, que são devolvidos quando você devolve as chaves.

Está sempre aberto? Para evitar aborrecimentos, melhor conferir no site do Parque

quinta-feira, novembro 19, 2009

Pimenta, sal grosso...

A bruxa continua solta por aqui! Ontem, precavida como sou, sai de casa mais cedo para não correr o risco de ficar presa no trânsito e chegar atrasada na faculdade (meu amigo me mataria se isso acontecesse! rsrsrsrsr). Só que meu carro (sim, aquele que semana passada resolveu que não daria mais marcha ré) decidiu que agora ele não liga. E não adianta insistir!

Chamei o marido desesperada (o carro dele estava no rodízio) e nem ele conseguiu dar solução. Saímos correndo (aqui no bairro não tem rodízio, mas no da faculdade tem) em busca de um caixa 24hs e depois um taxi. No final consegui chegar 5 minutos antes do início da aula!

Só que nesse meio-tempo o marido tinha deixado uma pizza no forninho elétrico que, com a correria, ele esqueceu de desligar. Quando ele chegou em casa a pizza estava literalmente pegando fogo!!! Ele tinha esquecido em cima do forninho uma caixa de ferramentas liiinndddaaaa que ganhamos de casamento (Black´n´decker, coisa fina). A pobre derreteu com o calor!

Não sei como a casa não explodiu. O forno está na área de serviço, bem perto do aquecedor à gás! Posso dizer que foi Deus mesmo que nos ajudou!

Meu carro foi novamente guinchado hoje. Não tem coisa mais triste que vem um carro novinho, solitário em cima daquele caminhoão... mas tomei uma decisão. Vamos trocar! Não quero saber se ele é sedan 1.6, eu aceito até um Uno Mille. Mas esse carro que anda me deixando na mão semana sim, outra também eu não quero mais!

quarta-feira, novembro 18, 2009

Novos horizontes

Ontem, pela primeira vez na vida, eu entrei em uma sala de aula como professora! Não, a sala não é minha e eu nem virei oficialmente uma profissional da educação.

Um amigo de faculdade é o professor, mas não ia poder estar essa semana aqui em São Paulo e não queria deixar os alunos sem aula (sem contar que não queria ter seu salário reduzido. Faculdade particular que não é a PUC não é mole! rsrsrsrsr). Ele perguntou se eu aceitava dar as aulas no lugar dele e eu disse que sim! Apesar de não ser a matéria da minha especialidade.

Preparei as aulas, trenei como louca. E o pior é que aqui em casa a matéria toda que era para ser dada em 3 aulas (são 3 aulas para cada turma do 2, 3 e 4 ano... além de aplicar a prova do 5) eu dizia em 30 minutos! Já estava deseperada.

Cheguei cedo para não errar o caminho. Sentei na mesa do professor e esperei os alunos da primeira turma chegar. No final, a sala nem estava muito cheia (dos 33, vieram uns 15). O nervoso passou nos primeiros 2 minutos. Logo eu já tinha me empolgado.

Foi preciso um aluno dizer que a primeira aula já tinha acabado! kkkkkkkkkkkkk E eu nem cheguei na metade da matéria. Para vocês verem como eu falo! A segunda turma, apesar de ser do quarto ano e eu ter tido um "branco" na hora de dar um exemplo, também foi ótima

Hoje tenho aula e amanhã também. Adorei!!!!!! Acho que nasci para isso!

quarta-feira, novembro 11, 2009

Azar é pouco!

A coisa nada feia por essas bandas. Sinto que tem uma nuvem negra andando colada na minha cabeça e gostaria sinceramente de saber quando ela vai sair dali!

Tudo começou com o concurso que fiz. Passei para a segunda fase, estava estudando para ela, fiz cursinho e tudo. Mas foi anulado! Ou seja, vou ter que refazer uma prova que passei (com novas questões, é claro), e não há garantia de que vou conseguir passar novamente.

Depois foi a imobiliária do meu ex-apartamento lá de Fortaleza. Primeiro eles se recusaram a aceitar a entrega das chaves e documentos alegando que nós não tinhamos dado a aviso de saída. Isso porque ir tinha mandando um e-mail avisando 1 mês antes e eles tinham respondido dizendo quais os procedimentos tinham que ser tomados. Meu marido gastou avião e hotel e voltou sem ter resolvido nada.

Liguei lá quebrando o pau e eles voltaram a trás. Depois marcaram uma vistoria e nos obrigaram a trocar fórmicas de armários já quebrados quando entramos e uma janela que se soltou por causa da ferrugem (como se nós fossemos culpados da ferrugem!).

Agora estão me torrando porque a luz não foi desligada (o que eu posso fazer se a Coelce não desliga? Desligar com as próprias mãos?) e que estamos devendo IPTU, condomínio e aluguel de outubro. Isso porque deixamos o imóvel antes do final de setembro e foram eles que se recusaram a receber as chaves e são eles que marcam os dias da vistoria. Ou seja, se eles marcarem para janeiro, o aluguel e outros encargos seriam de nossa responsabilidade (na visão distorcida deles). Já disse que não pago e quero ver me cobrarem!

Ontem fui pagar o aluguel desse aqui que moramos porque, vai saber o motivo, o cheque de pagamento do salário do marido demorou para ser compensado e o banco não pagou o aluguel por falta de fundos. Fiquei 1h30 na fila do Bradesco e quando cheguei no caixa me dei conta que estava com dinheiro de menos. Quase chorei de ódio. Tive que voltar novamente para pagar.

Saindo de lá meu carro resolveu que não dá mais marcha ré. Fiquei presa no estacionamento do supermecado! Tive que chamar o guincho do seguro. O carro foi levado para o centro automotivo do seguro e lá descobriram que é problema no câmbio. Só que eles não arrumam! Ou seja, tive que chamar o guincho de novo para levar para outra oficina. Que já adiantou que a facada foi ser monumental.

Acabei voltando à pé para casa, porque NENHUM taxi passou por mim. Mas quando cheguei aqui tinha esquecido as chaves de casa dentro do carro quebrado! Aí sim eu chorei de ódio. Consegui recuperar as chaves depois de algumas horas.

E para coroar a maré de "boa sorte", nosso aquecedor estragou com o apagão de ontem. Descobrimos hoje de manhã na hora do banho. Liguei na Eletropaulo e o técnico tem nada mais, nada menos que 45 dias para aparecer aqui! Ou seja, eles acham que vou ficar tomando banho frio por todo esse tempo! Já disse que vou chamar um técnico particular e eles disseram que se eu fizer isso não vou se indenizada. É cada uma! Que só ver se no juízado não vão me indenizar. Não estou com o DVD sem funcionar e sim com o chuveiro!

E a vida segue... mais nublada que Ubatuba no verão!

quinta-feira, novembro 05, 2009

Slow Motion

Ando assintindo à novela das 9. Manoel Carlos. Diálogos muitas vezes sem nenhuma relevância. Alguns atores de sempre. Imagens bonitas. Conflitos familiares. Uma pessoa com problemas com a bebida. Ou seja, tudo o que a gente já sabe. Mas eu tenho algumas perguntinhas básicas que eu gostaria que fossem respondidas:

1) Quando é que a novela vai realmente começar? Porque até agora nada de importante aconteceu. A Helena casou, ok. Mas só isso? O Carlos só deu "um pega" na Dora e vai ficar por isso mesmo? Até quando?

2) A Helena tem que ser cada vez mais chata a cada novela? Porque essa está me tirando do sério! Eu sei que o autor quer reforçar o conflito quando o acidente acontecer (ela estava tomando sim conta da enteada. A insuportável é que "pediu" para ir de ônibus, de tanto que pentelhou). Mas até agora não vejo graças nessas cenas

3) Os médicos dessa novela vivem no cafezinho? Minha irmã, que ainda está no internato, surta cada vez que aparecem aqueles jalecos brancos flertando na lanchonete. Ela convidou a gente para ver o glamour do hospital dela, sem café ou cama para os internos (médicos, para deixar bem claro. Apesar de ter hospital que não tem nem cama para os pacientes!)

4) O Jorge tinha que ser tão sisudo? É para fazer o contraste, eu sei (e o Mateus Solano está dando um show. Sou capaz de jurar que são 2 pessoas e não uma). Mas não tem que torça por ele. Impossível.

5) O que eram aquelas roupas de debutantes compradas na José Paulino que foram o figurino daquele tão comentando desfile em Petra? Eu teria vergonha de usar aquilo. Aliás, por que desfile em Petra? Como aquele povo todo chegou ali? De camelo?

6) A Ana Botafogo é única. Mas aquela cena de 5 minutos com ela fazendo evoluções na passarela quase me matou de raiva. Precisava? O autor gosta tanto assim de balé?

Por enquanto eu vou seguindo firme. Mas se o negócio não começar a evoluir rápido, vou deixar para assistir do meio para frente. Não perderei nada mesmo!

quarta-feira, outubro 28, 2009

Idem

É incrível como, nos últimos tempos, eu só venho aqui para reclamar! Até eu já estou ficando irritada.

Passado alguns dias, as coisas ainda não estão do jeito que eu gostaria. Ainda estou sem fogão (o meu não coube, montar um cooktop era caro demais, então resolvemos comprar outro mais baratinho. Acontece que ontem eu não estava em casa e as Casas Bahia veio trazer justo naquele dia. Agora só na semana que vem!).

Ainda estamos sem armários. O marido não gosta de nada. E os legais estão caríssimos (vocês têm noção que uma loja famosa de planejados - aquela que tem um coração no logotipo - orçou um pequeno guarda-roupa de 1,80m em nada mais, nada menos que R$6,800,00? Quase tive uma síncope na loja! kkkkkkkkkkkkkkk).

Outras coisas já estão sendo encaminhadas. Troquei de micro-ondas com a sogra. Ambos tem a mesma litragem (27l), mas o dela é ligeiramente menor. Sem contar que é 110v! Não vou precisar mexer na tomada (menos uma!) e na cozinha dela tem várias 220v. Ela relutou um pouco, mas acabou cedendo. Ponto para mim! heheheheheh

O suporte de ferro do aquário (o antigo estaja muito enferrujado) vai ficar pronto ainda essa semana. O que significa que uma piscina de vidro de 300l vai sair do chão da minha sala. Mas espaço livre à vista!

O marido ainda está me enrolado com a furadeira. Esse negócio de só poder fazer "reformas" das 8h às 17h é muito restrito. Ele nunca está aqui nesse horário. Pena que não sei usar (porque instalar lustre, trocar tomada, pregar qualquer coisa eu sei fazer), senão já estava tudo no lugar.

O resto está meio parado. O concurso foi suspenso (o que em parte é bom, porque não estou conseguindo estudar; mas por outro lado, vou ter que passar na mesma fase novamente e isso dá um frio na barriga). Vou dar 5 aulas numa faculdade substituindo um amigo meu que não poderá ir (adorei essa idéia! Sempre quis dar aula! Quem sabe o povo não gosta de mim???).

É isso. Fim do ano se aproximando. Quase mais nenhum feriado pela frente e muita coisa ainda para arrumar...

sexta-feira, outubro 16, 2009

Cega?

Segundo a FSP de hoje, "A Justiça do Rio julgou improcedente o pedido de um policial federal que queria ser indenizado pelo ex-amante da mulher -de quem ele não se separou- por ter virado alvo de chacota no ambiente de trabalho.

A decisão, emitida pelo juiz Luiz Henrique Castro da Fonseca Zaidan, foi homologada pelo juiz Paulo Mello Feijó, do Juizado Especial Cível. Os magistrados não comentaram a decisão.

Segundo o documento, ao descobrir o adultério, o marido ameaçou o amante, que o denunciou à Polícia Federal. Foi aberto um processo administrativo e o caso se tornou conhecido no ambiente de trabalho do policial.

Na sentença, o juiz Zaidan discorre sobre os motivos da traição, chama o traído de "solene corno" e coloca nele a culpa pelo ocorrido. Pelo documento, a traição teria acontecido entre agosto de 2006 e junho de 2007.

"Alguns homens, no início da meia-idade, já não são tão viris [...], começam a descarregar sobre elas [suas mulheres] sua frustrações, apontando celulite, chamando-as de gordas e deixando-lhes toda a culpa pelo seu pobre desempenho sexual", diz o juiz na sentença.

Para ele, o marido não percebe que é o responsável pela traição. "Um dia o marido relapso descobre que outro teve a sua mulher e quer matá-lo -ou seja, aquele que tirou sua dignidade de marido, de posseiro, e o transformou num solene corno quer lavar a honra num duelo de socos e agressões."

Por fim, Zaidan sugere um psiquiatra ao marido traído: "A vítima da infidelidade que vá a um psiquiatra aprender a lidar com seus fantasmas [...] E não perca de vista que "a nega é minha, ninguém tasca, eu vi primeiro" é apenas a letra de um samba, e que um pássaro que aprende a voar livremente não se adapta mais à gaiola... só se muito bem cuidado."


Depois dizem que a Justiça é cega e não entende a gente! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

quinta-feira, outubro 15, 2009

E nada esté no lugar!

É incrível o que uma mudança faz com a vida da gente. Com o perdão do trocadilho tosco, muda tudo!

Não muda apenas a casa ou a disposição dos móveis. Mas o clima, os vizinhos, as prioridades... Eu já falei aqui que tenho mania de guardar as coisas. E cheguei à brinlhante conclusão de que "quanto mais espaço mais coisa a gente guarda"! O que eu estou jogando de coisa fora não está escrito no gibi! (velho isso, heim?)

O apartamento aqui é, no mínimo, metade do tamanho do anterior (mudanças de capital podem ter esse efeito colateral). E ainda por cima estamos sem armários nos quartos (escolhi um apartamento novinho e isso tem as suas consequências). O que isso significa? Que ainda (ao contrário da Re) estou soterrada por caixas, principalmente com roupas e livros (aliás, como estudante de direito junta livro! E olha que aqui só tem os atualizados! kkkkkkkkk)

Eu sei que é simples resolver isso, basta eu ir a uma loja e comprar um armário. Mas as coisas não são simples assim. Não mesmo!!! O nicho (o povo adora essa palavra, assim como Home Office e Terraço Goumert, mesmo que a parte interna do aparamento não caiba nem uma mesa de 4 lugares, ter uma varanda assim é a coisa do momento) do armário na suíte é menor do que o padrão. Ou seja, quase 99% dos móveis não cabem naquela profundidade!

Agora que achei um (viva a Teodoro Sampaio!), eu não consigo voltar lá para comprar! Pode parecer brincadeira, mas cada dia é um problema diferente. Num é a transportadora que não vem buscar o criado-mudo que quebraram, apesar de eu passar o dia esperando. Noutro é o apartamento de baixo reclamando de uma infiltração na sala, sendo que o dono garante que vem daqui! Isso porque o aparamento é novinho!!!!!!!!!!! E quando eu conseguir ir até a loja de novo, vou ter que esperar 30 dias para o armário chegar.

Agora estou aqui, esperando o engenheiro vir com um pedreiro para passar algo no ralo da varanda. Ele marcou às 9h00... ai... ai...

quinta-feira, outubro 08, 2009

Notícias da terra-do-nunca

Oi pessoas!!!!! Sumida, eu? Imagina!!

As coisas aqui estão se encaminhando. Por enquanto não conseguimos dar solução para nossos eletros 220v. A geladeira está num transformador, mas o resto permanece desligado. O que inclui o forno de microondas e o ferro elétrico. Ai... ai...

Ainda estamos sem o armário no quarto (o locador não quis colocar) e ainda vai demorar mais 30 dias para chegar um. Haja caixa e roupas em cima da cama de hospedes.

A internet ainda não está ligada. Tentamos usar a internet discada, mas é impossível! DEMORA DEMAIS! É quase um castigo. Semana que vem chega a Net!

Espero que esteja tudo nos conformes com todos vocês. Está praticamente impossível ler todos os blogs. Comentar então... Até!

domingo, setembro 27, 2009

Chegamos!

A mudança foi entregue na quinta. Ou melhor, foi despejada dentro do apartamento. O combinado era que o caminhão chegasse de manhã, mas apareceu quase 4 da tarde. Como nem 6 homens juntos fazem milagres com o tempo, foi preciso enfiar tudo dentro do apartamento antes que o zelador surtasse.

O problema é que o apartamento novo tem metade do tamanho do antigo, ou seja, ficou tudo entulhado. Eu já sabia que ia ter que guardar algumas coisas na casa da minha mãe (a vantagem de se ter casa é ter uma quartinho guarda-entulho). Eu não quero me desfazer delas porque coisas "usadas" não compram novas. Minha cozinha era novinha, comprei com todo carinho na Tok Stok, mas o apartamento novo já tem uma planejada. Optei por guardar tudo (é a vantagem dos modulados) e usar quando finamente comprarmos nosso apartamento.

Ontem saiu um mini-caminhão em direção á casa da minha mãe com as coisas que não iam ficar. Agora é possível ver o chão do meu aparamento! AHSDUAHSDUAHDU Essa semana começo a desempacotar as coisas. A transportadora vai lá montar as coisas na quarta.

Por enquanto, tirando o atraso no dia da entrega, não tenho reclamações. Já vi que um criado-mudo meu quebrou, assim como um ventilador (danos devidamente anotados na nota de entrega). As coisas de cozinha, assim como todos as taças chegaram intactas. Nunca vi tanto papelão junto.

Depois de terminado tudo, digo o nome da transportadora. Não quero fazer julgamentos (mesmo que positivo) antecipado. Nota, só no final!

E, apesar de ter perdido a vista para o mar, não é nada mal a vista da minha sala! Vigésimo segundo andar, sem nada na frente, tem suas vantagens! Fotinhos depois de tudo arrumado!

quarta-feira, setembro 23, 2009

Tô perdida!

Putz! Fui apresentada hoje ao meu mais novo vício: FarmVille!

Se você nunca ouviu falar (como eu até 4 horas atrás), primeiro precisa saber que é para quem tem FaceBook. Eu tenho, mas nunca entro. Até hoje! ehehehehheheheh

O joguinho é basicamente um SinCity (esse sim pré-histórico) só que mais simples. Nada de usinas, escolas, ruas. Você tem um terreno e poucas moedinhas. Planta, espera, colhe e vende. No final, aumenta a renda e investe na fazenda. Claro que essa é a parte gratuita. Para aqueles que são tão viciados que gastam dinheiro pela internet em jogos online, é possível gastar uma graninha no cartão de crédito.

Além disso, quanto mais amigos adicionar, mais dinheiro vai ganhar. Sem contar que só eles podem te ajudar a acabar com as pragas.

Vício!

domingo, setembro 20, 2009

Filosofia de banheiro - Parte 2

Don Juan se deitou com 1000 mulheres.

Zé Mayer que passou o telefone delas!


asdhausdhuahduahduah Quem inventa isso, meu Deus?!

PS: Tirado do Twitter (não, eu não tenho, mas hoje li o do Luciano Huck por acaso)

Sumiço

Eu sei que estou desaparecida, mas são tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo! Mudança, imobiliária, concurso, cursinho... estou absolutamente doida! Mas volto logo!

sábado, setembro 12, 2009

Quase 1 ano depois...

Agora que a novela acabou (uma pena! Quando a gente começa a gostar de tudo, acaba a novela e vem outra. Por que não fazem como aquela novela americana que durou 30 anos?), algumas considerações:

Precisava deixar absolutamente tudo para o último capítulo? Se a Maya tivesse começado a sofrer semana passada, garanto que o reencontro dos dois teria dado muito mais audiência;

Em que país existe carcereiro homem em penitenciária feminina? Mas uma vez o povo ignora as leis e a realidade. É novela, eu sei, mas precisa ser tão bobo assim?

De onde a autora tirou que uma pessoa pode "tirar uma queixa" num atropelamento com vítima? Lesão corporal gravíssima é crime de ação penal pública incondicionada, ou seja, a vítima nada pode fazer para impedir qualquer coisa. Haja pciência;

No final, o que aconteceu com o Guto? Aquele personagem que não servia para nada, assinou um contrato de "não-pai" que não vale nada e ainda assim não teve história? Sem contar tantos outros personagens (a pobre da Silva Buarque só apareceu na novela para ser sacaneada por alunos - onde estava a diretora que não expulsou aquele povo? - e para reclamar da aveia; precisava ter a Vera Fisher a novela toda só para ela aparecer em 2 cenas importantes - trabalhando mal demais, coitada - e sumir depois? Se eu fosse enumerar todos esse post não teria fim);

A Globo ainda vai insistir com o Márcio Garcia ator ou vai dar o braço a torcer e dar um programa para ele? Já deu para ver que de ator ele não tem nada!

Toda mulher que se prese deveria ter um Rodrigo Lombardi à disposição para quando precisasse se sentir a mais desejada do mundo. Gente! Que olhar é aquele???

Vou sentir falta das músicas indianas! A gente não entende nada, mas elas têm uma sonoridade incrível!

Are baba! Finalmente vamos parar de ouvir esses bordões, tik? Não vejo a hora de rolar o barraco no Leblon (já viram as cenas da Lilia Cabral? Ele é incrível, não?) e poder ouvir tudo num português mais claro. Atcha!

quarta-feira, setembro 09, 2009

Um pito cultural

Desde a segunda quinzena do mês passado estou na casa na minha mãe. Não quero nem pensar a bagunça que está a minha só com o marido tomando conta. Aposto que deve ter mais roupa para lavar do que qualquer máquina pode aguentar. Mas pelo menos as coisas estão organizadas; a mudança sai na sexta-feira; o apartamento já está alugado; agora só falta resolver as pendências do apartamento de Fortaleza.

No meio de tudo isso eu prestei duas provas e passei para a 2ª fase de uma delas. Estou dormindo tarde e acordando mais ou menos cedo, o que deixa o meu humor pior do que já é.

Outro dia um pedreiro chegou ao prédio às 7:45 da manhã dando (aos berros) bom dia ao sol, às plantas, ao colega, etc Acordei querendo matar alguém só para aliviar o ódio. Reclamei com a empregada lá de casa. Poxa! Eu havia dormido tarde. Trinta minutos a mais de soninho faz diferença.

Ela não pensou duas vezes e foi lá dar um pito no pedreiro. Disse que era para ele chegar em silêncio, porque estava acordando as pessoas. Ele retrucou dizendo que aquela hora que ele chegava já era tarde e que todos já deveriam ter levantado. E se eu não tinha, o problema era meu!

E ela, que não perde a pose, respondeu: Tarde para nós que somos dáliths! Eles que são de casta acordam mais tarde. E fique quieto!

adhuashduahduahudh QUEM MERECE UMA EMPREGADA DESSAS?? AHDUAHDSUAHD

segunda-feira, setembro 07, 2009

Thanks

Pessoal! Obrigada pelos desejos de melhoras. Estou podre, por assim dizer! E, ainda por cima, "isolada" em casa para não passar para os outros. Não tenho febre, mas nunca se sabe, né?

Bom finzinho de feriado para vocês!

sábado, setembro 05, 2009

Azar é pouco

É incrível como basta ter um feriado que o tempo fica péssimo. Adicione um casamento, um vestido curto e um resfriado e vocês poderão compreender a situação na qual me encontro!

Resumindo: QUE ÓDIO!

terça-feira, setembro 01, 2009

O DNA não nega!

Eu já disse para vocês que minha mãe é a rainha do fora, né? Mas isso não surgiu do nada, afinal genética é algo que existe ou vocês acham que aquele negócio de ervilha do Lamarck na aula de biologia era papo de vestibular?

E minha mãe teve a quem puxar, ô se teve! Um dia minha avó estava no supermercado. Naquela época de inflação, quando a gente voltava para casa com tanta comida que parecia que estávamos estocando para o caso de haver uma 3ª Guerra Mundial ou um ecatombe nuclear, os carrinhos eram super cheios, gigantes e era um saco ir ao supermercado (se bem que algumas pessoas não gostam de ir até hoje).

Como eu disse, lá estava minha avó fazendo as compras, concentrada nos preços. O supermercado estava cheio. Depois de escolher o produto na prateleira, ela colocou no carrinho e saiu andando. Logo atrás veio um moço correndo, gritando. Quanto mais ele chegava perto, mais a minha avó apertava o passo. O que ele queria? Se ela pegou o produto, problema é dele que era lerdo.

A perseguição durou alguns metros entre os corredores, quando finalmente o rapaz gritou: Ô Dona!! Devolve o carrinho! Eu acho que aí tem muito caldo Knnor para uma pessoa só!

Foi quando a minha avó resolveu parar e olhar. Ela tira pegado o carrinho do funcionário do supermercado. Lotado de caldos de galinha! Foi uma risada só! Não teve um que não olhou para aquela senhora toda elegante (como só ela era! Já falei que ela usava Fórum? Aos 70 anos?), fugindo do funcionário, com um carrinho errado...

terça-feira, agosto 25, 2009

Cunha by Virgínia Tour

Segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o Fusca é o terceiro carro mais comercializado no Brasil. Só nesse ano de 2009 (8 meses)mais de 106,9 mil veículos foram vendidos. O que significa que esse é o carro usado mais vendido no país e o terceiro entre novos e usados (ficando só atrás do Gol e do Palio).

Mas se você pensa que esse carrinho só tem mercado entre o pessoal mais pobre, está rendondamente enganado. Além dos aficionados e colecionadores do modelo da VW, algumas pessoas preferem o Fusca. Sabe onde? Em Cunha!

Cunha é uma estância climática localizada no Estado de São Paulo. Fica encravada entre as Serras da Quebra-Cangalha (o nome já diz tudo, não), da Bocaina e do Mar. Um dos pontos turísticos mais legais é a Pedra da Macela (são 1.840 metros de altitude). De lá é possível enxergar as praias de Parati (em dias bons você consegue ver até os guarda-sóis na areia! hehhheheee). É umas das cidades dentro do passeio turístico-histórico da Estrada Real. Além disso, foi palco de famosas batalhas da Revolução Constitucionalista de 32, travada entre os paulistas e as tropas federais.
Vista a partir da Pedra da Macela

Está a 1100m de altitude, o que confere um clima bem gélido. Não tem o glamour de Campos do Jordão, mas recebe inúmeros turistas (principalmente durante o Festival de Inverno e quando da abertura dos fornos de cerâmica).

Agora você deve estar pensando: o quê o Fusca tem a ver com Cunha? Tudo! Mais de 50% da população da cidade vive na zona rural. São mais de 12mil pessoas espalhadas por fazendas, sítios, chácaras num total de 1.410 km² (maior município do interior do estado de São Paulo! Não em área urbana, né? kkkkkkkkk) . E para ligar tudo isso? Centenas de estradinhas de terra, muitas delas tão íngremes e estreitas que você tem certeza que está indo para Machu Pichu!

Mesmo o centro da cidade é uma pirambeira só! Só o bom e velho Fusquinha e o seu famoso motor traseiro para dar conta de tanto sobe e desce. Segundo reportagem da Quatro Rodas, são mais de 2mil fusquinhas rodando na cidade. O que equivale a 1 para cada 13 habitantes!
Vista do centro da cidade

A mesma revista diz que lá em Cunha um Fusquinha chega a custar 30% mais que qualque outro lugar do país. De cada 15 carros que aparecem na funilaria da cidade, 14 são do modelo da VW!

Já que estamos falando de Cunha, vamos dar o serviço:

Quando ir? Em qualquer época do ano, mas se você gosta de um pouco de badalação, o ideal é ir no inverno.

Como chegar? Partindo de São Paulo, pela Via Dutra ou Ayrton Senna, em direção ao interior do Estado. São 173km até Guaratinguetá; depois é só pegar a SP-171 (Rod. Paulo Virgílio). São mais 50 km até o destino.

Onde ficar? 1) Pousada Barra do Bié (Chique, viu? Fica na estrada entre Cunha e Parati. 6km de distância do centro da cidade)
2) Fazenda São Francisco (Já me hospedei nela, mas já fazem alguns bons anos. Fica 20km de distância do centro da cidade, ainda na SP-171. Tem trilhas, cavalos, cachoeira e piscina - se bem que no frio... me lembro bem da câimbra que tive!kkkkkk)
3) Pousada dos Anjos (na estrada para Parati, uns 6km da entrada da cidade; São 7 chalés. A pousada tem sauna)

Onde comer? 1) Restaurante Quebra-Cangalha
2) Estalagem Shambala (dentro do hotel)
3)Churrascaria da Serra (Rod. Paulo Virgílio, km 20)
4)Tudo da Roça (Rod. Paulo Virgílio, km 24)

Onde ir? 1) Parque Estadual da Serra do Mar - Núcleo Cunha-Indaiá (São 3 trilhas, mas só uma não precisa de guia - é a do Rio Paraibuna - e cachoeiras. O parque disponibiliza guias; acesso pelo km 53 da SP-171 para Parati - 30 km, sendo 20 km de terra; Telefone(12) 3111-2353)
2) Pedra da Macela (força na peruca! São 2km à pé até o cume, mas a vista compensa; acesso pelo km 65 da SP-171 para Parati - 31 km, sendo 4,5 km de terra)
3) Trekking na Trilha do Ouro (trecho de 45km da Antiga Estrada do Ouro. O percurso começa em Campos Novos, a 30 km de Cunha, passa por rios, cachoeiras, trilhas íngremes e trechos com calçamento, e termina na vila da Mambucaba, pertinho do mar. No fim do roteiro, a agência oferece traslado de volta a Cunha ou leva o carro do cliente até o local. A trilha dura de 2 a 4 dias. Valor? Mais ou menos R$ 160 a diária (inclui refeições, guia, traslado e pernoite em casa de colono ou camping). Trilha do Ouro, telefone (12)3119-1205)
4) Trekking pela Calçada do Ouro (5 horas de passeio, percorrendo o mesmo caminho usado pelos escravos, no século 18, para escoar o ouro de Minas Gerais até o porto de Parati - este é um trecho da chamada Estrada Real. Metade da trilha ainda tem o calçamento original - a outra metade é de terra. O ponto final é a cachoeira 7 Quedas, já em Parati, de onde um carro 4x4 o levará de volta a Cunha. O preço varia entre R$ 50 (com guia e lanche) e R$ 150 (inclui também transporte de ida e volta). Agência Cunha/Paratii. Estr. para Parati, km 56. Telelefones (12) 3111-2849/9745-7050)
5) Cerâmica artesanal (Os ceramistas utilizam a técnica Noborigama, arte milenar japonesa que transforma o barro em pedra em fornos que chegam a atingir 1.350ºC. São 2 ou 3 meses de trabalho até os ateliês esculpirem o suficiente para encher uma fornada. Então, as peças são queimadas duas vezes, 24 horas em cada etapa. Os mais famosos são Mieko e Alberto Cidraes. Os ateliês abrem diariamente e não aceitam cartão de crédito. Mieko e Mário Konishi (r. Jerônimo Mariano Leite, 510, tel. 3111-1468); Alberto Cidraes (r. Manuel Prudente de Toledo, 461, tel. 3111-1628); Suenaga e Jardineiro (r. Dr. Paulo Jarbas da Silva, 150, tel. 3111-1530); Luís Toledo (al. Lavapés, 555, tel. 3111-3281); Leí Galvão e Augusto Campos (Av. Antônio Luiz Monteiro, 816, tel. 3111-1937)
6) Igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição (Foi construída em 1731 em estilo colonial. Praça Cônego Siqueira, s/n Telefone: (12) 3571-1487)
Matriz
7) Igreja Nossa Senhora do Rosário (Construída no século XVIII, no ano de 1760, em estilo colonial. Foi tombada pelo patrimônio histórico e cultural. Localiza-se no Largo do Rosário, na Rua Dr. Casimiro da Rocha)
8) Museu Francisco Veloso (Documenta toda a história da cidade. Praça Coronel João Olímpio, 48)

Site bom para se informar? Portal de Cunha

segunda-feira, agosto 24, 2009

Dumbo

Se tem uma coisa que me chama a atenção nas pessoas e muitas vezes me deixa incomodada são as orelhas!

Pronto, confesso! Eu tenho horror a orelhas desproporcionais. Toda vez que vejo uma me vem na cabeça aquela brinquedo "Dr. Cabeça de Batata"!

A gente sabe que normalmente as orelhas crescem quando a velhice vai se aproximando. Que o diga o Lima Duarte e o finado Raul Cortez.


Mas tem muira gente jovem orelhuda por aí. A primeira que vem vem à cebeça é a do Marcos Palmeira! hausdhadhuadh E olha que procurando fotos dele na internet achei vááários sites falando sobre isso!


E agora a desse menino que nem tem nome mais está casando com a neta do Opash na novela das oito. Tem criança mais orelhuda que ele? Acho que ele faria a alegrias dos colocadores de piercing... já imaginaram o tamanho do alargador que caberia alí?


Juro que estou tentanto achar uma foto decente dele mas não estou encontrando! Sem contar que nem o nome do ator-mirim os sites se dignam a dizer... coitado!

E vocês? Tem algo anatômico que chama a atenção de vocês ao ponto de incomodar?

Deixa que digam, que falem...

quinta-feira, agosto 20, 2009

Antes de tudo, preencha esse formulário


Depois de muita procura pela internet, de carro e nas imobiliárias da vida, fizemos a proposta de locação de um apartamento bonitinho. E aí que a trabalheira começou!

Já tinha esquecido da quantidade de documentos (= burocracia) necessária para alugar um imóvel. Além da documentação normal (RG e CPF) é preciso preencher um formulário que praticamente pede até o seu tipo sanguíneo (vai que o seu fator RH não é compatível com o do senhorio?). Pois bem, você precisa dar referência bancárias, comerciais, pessoais. Dizer que se imóvel próprio (quitado, financiado, usucapido) ou mora de aluguel (nesse caso precisa dizer qual é o telefone da imobiliária que toma conta dele), se tem carro (pago, não-pago, etc) ou anda de ônibus. Dizer onde trabalha, quanto tempo, em que cargo e onde já trabalhou.

Multiplique isso por pelo menos 4, se você for casado e tiver fiador também casado. Ahhh por falar em fiador. Outro problema! Tem coisa mais constrangedora do que pedir para alguém ser seu fiador e ainda por cima ter que preencher toda aquela papelada? E ainda você precisa ir ao cartório pegar certidões atualizadas do imóvel que servirá de garantia. Reze para o cartório não demorar.

Se preferir não ter fiador (ou ainda no caso de não ter um) há a opção do seguro fiança. Basicamente você paga 1,5 aluguel por ano ao segurador, que garante que o locador não vai ficar sem receber se você tiver algum problema. O problema é que outras fichas preenchidas serão necessárias...

E agora não basta ter um fiador bom ou pagar o seguro, é preciso comprovar que você ganhar 4x o valor do aluguel mais os encargos. Ou seja, se a sua empresa é partidária daquela máxima "salário em parte pago por fora", o negócio vai ficar feio!

No final, toda a papelada vai ser analisada e nesse momento a sua vida fica em suspenso. É nesse momento que nossa vida se encontra. Com a complicação adicional que os e-mails com parte da documentação que envio volta para minha caixa de entrada!

Por último, tudo isso deve ser feito em 2 dias! Ou seja, se você está procurando algo para alugar, já tenha a parte da documentação que lhe cabe saparada. Facilita e muito.

Em breve teremos novidades...

quinta-feira, agosto 13, 2009

Selinho Fofo


Ganhei esse selinho-fofura da Re!

As regras são: Dizer seis coisas que ama e repassar para seis amigas-blogueiras.

Vamos lá:
1. Meu marido
2. Minha família buscapé
3. Brisa
4. Doces
5. Dormir
6. Viajar

As seis blogueias sortudas (ehehhehe) escohidas são: Cláudia, Lúcia, Renata, Nade, Adriana e Cata!

Despedidas?

Talvez hoje seja meu último dia como moradora da Terra de Malboro. Estou indo fazer prova e dependendo do resultado não volto morar aqui. O marido vai organizar a mudança sem mim...

Ainda vou ter que voltar algumas vezes em razão da pós-graduação. Mas não é a mesma coisa. Ainda não falei com os escritórios sobre a minha saída (vou fazer isso com 30 dias de antecedência) e sobre a indicação de uma colega para ficar em meu lugar. Ainda não avisei a diarista. Confesso que estou morrendo de pena de deixar a mulher sem emprego, mesmo sabendo que ela vai arrumar algo logo.

Não falei com nenhum colega das aulas. Não sei me despedir das pessoas. Tem coisa mais triste que isso? Mudei tanto de cidade, conheci tantas pessoas e até hoje não sei dizer adeus. Prefiro sair de fininho... Ainda mais quando sei que não vou voltar a vê-las. Parece que dói menos. Até nas faculdade foi assim. Não quis ir no último dia de aula.

Espero voltar com boas notícias. Domigo tem prova, e apesar de "gripe burrina" que me assola, estou confiante! See you...

terça-feira, agosto 11, 2009

Notícias que mudam o mundo - Na velocidade da F1

Está em todos os jornais, na mesma intensidade das notícias sobre a fantástica volta, o aposentado Schumacher desistiu de substituir Massa alegando dores no pescoço. Sei!

Vocês acham que ele, em sã consciência, iria arriscar o "pescoçinho vitorioso dele"? Vai que ele não consegue bons resultados? Vai que ele dá vexame?

Eu não gosto nem um pouco do Pelé. Não vi ele jogar, então não posso ter ele como ídolo. Mas depois que ele se aposentou lá no Cosmos, vocês já viram ele jogando uma partida sequer? NÃO! No máximo ele dá o chute inicial. Sabe por quê? Para não deixar que a imagem de jogador maravilhoso, genial (que os filmes mostram que ele foi), saia da mente das pessoas. Marketing, honey!

Parece que o Schummi acordou a tempo... sorte dele!

sábado, agosto 08, 2009

O ovo do ovo... o ovo de codorna...

Hoje é dia mundial contra o colesterol! Eu nem sabia que tinha dia para isso, apesar de conviver com ele não tão pacificamente (ele teima em subir! Que coisa!) há 10 anos.

E não pense que eu sou uma velha coroca, porque ainda nem cheguei na idade que Blazac gostava tanto. Pois é, pessoas novas e magrinhas também podem ter problemas com o colesterol e o trigliceris.

Como eu descobri? Fazendo uma vistinha ao gastro depois de passar mal durante meses antes do vestibular. Minhas mãe dizia que era tensão, que ia passar. Mas como a coisa só piorava, chegando ao ponto de eu não querer mais almoçar, ela me levou ao médico. Exames mil e eu descobri que meu colesterol total passava dos 400mg! UAU! Quase o dobro do permitido para uma pessoa de 65 anos! Legal, né?!

Pois bem, desde então acompanho mensalmente. Já voltei no gastro, já fui no cardio e todos disseram que não preciso (ainda) de remédio, porque no meu caso o problema é genético. O importante é acompanhar e não deixar ele tão alto. Desde então corte as frituras ao mínimo (saudades das batatas-fritas e dos bifes à milanesa que comia com frequência), não tomo refrigerantes, evito os doces (doce, porque chocolate também não dá para deixar de comer), não tomo café (já não tomava antes, não gosto, e não faz falta), diminui a quantidade de ovos semanais...

Então, se você nunca fez um exame de sangue na vida ou já fez, mas há tempo tempo que o laboratório nem existe mais, está na hora de tomar vergonha na cara! É importante!

Inversão de valores

Umas 4 mil pessoas tiveram gripe suína e morream, mas todo mundo quer usar máscaras!

Mais de 33 MILHÕES têm AIDS e ninguém quer usar camisinha!

Para vocês verem como o mundo é um verdadeiro contrasenso...

quarta-feira, agosto 05, 2009

Fortaleza by Virgínia Tour

Esse post não poderia faltar, né? Afinal são quase 3 anos morando na Terra de Malboro!

Segundo fontes oficiais, Fortaleza está entre os 5 destinos turisticos mais buscados no Brasil. É a 5 maior capital do Brasil e a segunda maior do nordeste. E, na minha modesta opinião, a mais bonita! São mais quase 2,5 milhões da habitantes esparramados por toda orla. A cidade é grande mesmo.

Mas o que importa para o turista se concentra em boa parte num só lugar: a Avenida Beira-Mar e suas imediações. Nela estão os hotéis mais chiques, os bons restaurantes, a ferinha de artesanato, o passeio de escuna, as jangadas.
Vista da Beira-Mar


Mas nem só de Fortaleza vive o turismo "para Fortaleza". Tal como Maceió, as praias mais bonitas estão longe da cidade ou até em outras cidades. Então, se você detesta passear de excursão, melhor alugar um carro. Taxi aqui não é barato e chega a ser "bandeira 2" durante os meses de julho e dezembro!

Então, vamos por partes, que eu lhes explico tudo direitinho!

O aeroporto está situado bem perto da cidade. Uma corrida com o taxi do aeroporto até a Beira-mar custa em torno de R$45 (preço fechado). Pense nessa opção se o seu voo chegar no começo da manhã ou no fim da tarde. Aqui tem trânsito, sim! E você corre o risco de gastar mais do que imagina se deixar correr no taximetro.

Mas, se for alugar um carro, redobre o cuidado! As pessoas dirigem supermal por essas bandas! A pista lenta (contrariando todas as leis de trânsito) é a da esquerda! As pessoas não dão seta, não respeitam pedestre, nem placa de proibido estacionar. Em algumas cidades do Estado você tem a nítida impressão de que o capacete ainda não foi inventado. Ahhhh e se (Deus te livre) bater o carro, PARE e espere o Juizado Móvel! Nem pense em sair. Mesmo que nada tenha acontecido com os dois carros.

Quantos dias ficar: O ideal seria 1 semana. Para poder rodar bem as praias. Mas dá para fazer muita coisa em menos tempo.

Onde ficar: Depende muito do bolso, do motivo da viagem. Mas eu recomendo: Ibis (não tem vista bonita); Holliday Inn (vista maravilhosa), Othon, Gran Marquise, Luzeiros, Seara

Onde comer: Não tenho dias quentes sobre aquele restaurante que ninguém conhece, mas é ótimo. Vou postar aqui os lugares onde eu vou:

1) Coco Bambu (tem de tudo, desde comida japonesa até crepe. As pizza não me agradam).
2) Camarões (como o próprio nome diz, o carro-chefe é o dito-cujo. Mas também tem ótimos pratos com peixe e carnes. Ahhhhhh e o bigadeiro de colher da sobremesa serve umas 4 pessoas!)
3) Empório Delitalia (ambiente lindo, ótimas pizzas - o pizzaiolo aprendeu em São Paulo, claro! Avenida Desembargador Moreira, 533, Meireles. Tel. 3133-5000)
4) Vignoli (pizzaria diferente, lá você come com a mão e a massa é tão fininha... diferente)
5)Buone Amicis (barzinho no Centro Cultural Dragão do Mar; ao ar livre, música e futebol aos sábados e quartas)
6) Sirigado (é um restaurante mais simples, mas tem pratos com peixes muito bem servidos. Você pode escolher pagar o peixe pelo peso e ele vem em uma gelha, na sua mesa. O arroz de camarão é uma delícia. Avenida Barão de Studart, 825. Tel: 3261-7272)
7) Centro das Tapioqueiras (o nome já diz tudo, né? Eu gosto da Tapioca da Rosinha. Avenida Washington Soares, 10215. Tel. 3274-7565)
8) Sorveteria 50 Sabores (tem até sabor de "qualquer coisa" ou de cachaça! São quase 100 sabores diferentes. Avenida Beira-Mar, 4690. Tel. 3263-1714)
9) Geppos (Boa comida. Pratos individuais. Tem pizza também.


Onde ir:
1) Praias: * Praia do Futuro (enormes barracas, cheio de turistas e vendedores ambulantes - infelizmente. Eu gosto da Croco Beach e da Vira Verão)
Vista aérea da Croco Beach

* Cumbuco (Praia que fica a 35km de Fortaleza. Passeios de bugue, cavalo, quadricículo, aulas de kite surf. Eu gosto da barraca Velas do Cumbuco. Fácil de chegar. Ignore os meninos que vão pular em cima do seu carro tentando te levar para outro lugar. É a melhor de todas. Peça uma Moqueca de Camarão e reze por Deus ser tão bom com você)

* Prainha (fica na cidade de Aquiraz e lá você encontra as famosas rendeiras. As barracas são beeem mais simples, mas a vista compensa)

* Lagoinha (longe, é verdade. Mas o visual da praia é lindo demais. Você pode ver a imensidão do mar de cima do morro... Lindas fotos! Fique na barraca do hotel Vivamar!)


* Praia das Fontes e Morro Branco (fica em Beberibe, 85km de Fortaleza. A estrada estadual é boa e está sendo duplicada. Passeios de bugue pelas falésias, garrafinhas de areia colorida, etc )

* Canoa Quebrada (porque não? Tem mais dicas aqui!)

* Barra de Praia do Beach Park (não é preciso ser hóspede, nem ir ao parque. A barraca mais chique de Fortaleza (mas que fica em Aquiraz, é verdade) tem boa música ao vivo (bandas tocam músicas de rock-pop nacional), pratos deliciosos e nadinha de vendedores ambulantes à vista. Mas todo esse conforto tem um preço e nesse caso não é pequeno! rsrsrssr)

2) Outros passeios
* Beach Park (É imperdível!! Leve um lanche escondido na mochila - tudo lá dentro é caro demais - e muita coragem no biquine para enfrentar o Insano ou o Calafrio! Prefira ir durante a semana, já que fica menos cheio e assim dá para aproveitar cada centavo gasto e cada minuto do dia!)
Foto do Insano. Eu não tive coragem...

* Teatro José de Alencar (não fica em um lugar bonito, mas o prédio em si impressiona. A fachada tem estilo "art nouveau" e que combina vitrais coloridos e estrutura metálica importada da Escócia! Tem tour monitorado e o jardim foi projetado por Burle Marx)

* Casa de José de Alencar (casa onde nasceu o romancista estão mantidas as ruínas de um antigo engenho, considerado o primeiro do Ceará a receber energia a vapor, além de telas e documentos do escritor. Fica na Av.Washington Soares,6055. Abre das 8 às 17h00. Tel: 3229-1898)
* Por-do-sol na Ponte dos Ingleses (ela liga a cidade ao lugar algum (antes servia de porto), mas tem um das vistas mais bonitas da orla. Fica na Iracema)
Ponte sem fim...

* Forte Nossa Senhora de Assunção (Foi o marco inicial da cidade. Construído em 1649, foi batizado de Forte Schoonemborck. Em 1655, foi tomado pelos portugueses e recebeu o nome atual. Reconstruído em 1816, atualmente sedia a 10a Região Militar. Aberto à visitação pública diariamente. Av.Alberto Nepomuceno. Tel:3231-5155)

* Museu do Ceará (Dispõe de um acervo de 5.830 peças distribuídas em três importantes coleções: Paleontologia, Arqueologia/Antropologia Indígena e Mobiliário. O Museu do Ceará exibe também exposições temáticas permanentes, com temas de interesse da história do Ceará. Funciona no Palácio Senador Alencar, construção de 1817 tombada pelo IPHAN como marco oficial do estilo neoclássico brasileiro. Rua São Paulo,51. Tel:3452 -1545 Horário: terça a sexta-feira: 8h30 às 17h. Sábados e feriados: 8h30 às 12h30. Domingos: das 14h às 17h. Fechado às segundas-feiras)
* Catedrel Metropolitana (Em estilo eclético, predominando elementos neogóticos, a imponente Igreja da Sé foi construída entre os anos de 1937 e 1963. Praça da Sé. Está sendo restaurada. Tel: 3231-4196)
* Passeio de Escuna (o melhor é o que é feito no final da tarde. É possível ver o por-do-sol e as luzes da cidade sendo ligadas pouco a pouco. Qual procurar? Ceará Saveiro. Todos os dias passeios das 10h ao meio-dia e das 16h às 18h. Saída da praia do Mucuripe, na Av. Beira-mar, 4293 (em frente ao Hotel Golden Fortaleza). Tel: 3263-1085.
* Lupus Bier (cervejaria artesanal, está localizada na Praia da Iracema, pertinho da Ponte dos Ingleses. À noite tem show de humor com comediantes cearenses. O melhor dia, na minha opinião, é terça. É nesse dia que a Rosicléia foz seu número. Imperdível. Reserve antes! Rua Tabajaras, 340 Tel: 3219 2829)
* Pirata Bar (também fica na Iracema, bem diante da Lupus. Balada que toca forró, mas esqueça aquele negócio de "forró universitário". O negócio aqui é Calcinha Preta, Forró do Muído, Aviões...)


Clima: Ao contrário do que muitos pensam, aqui chove, e muito! Os meses chuvosos são março, abril e maio. Nessa época a temperatura cai um pouco e o pessoal aqui já passa a dizer que está no inverno. Portanto, evite essa época. O melhor é vir a partir de julho e aproveitar os meses em que só o sol dá as caras. Com direito a seguro em caso de chuva!

Compras: Você pode encontrar o artesanato local tanto na Feirinha da Beira-Mar (as barracas começam a serem armadas no final da tarde e fecham lá pels 9 da noite; artesanato local, bugigagas em geral. Fique atento com os trombadinhas, que nao escolhem vítimas nem horário!) quanto no Mercado Central (são quatro andares repletos de lojinhas cheias de artesanado, rendas e roupas; não abre aos domingos; tem estacinamento pago). Se estiver procurando lojas o melhor lugar é o Shopping Iguatemi.
Se você gosta de bater perna na rua e não se importa com o sol, o local ideal é a Rua Monsenhor Tabosa. Lá você pode encontrar váaaarias lojas de calçados (desde as mais simples, até as com preço de shopping), lojas de roupas, biquines e algumas com artesanato. Moda feita aqui no Ceará.

Ahhhhhh e tem ponta de estoque de biquines da Água de Coco (marca legítimamente cearense, com peças liiinnnddas de morrer - ADORO) no Shopping Aldeota Open Mall, que fica na Avenida Desembargador Moreira, 1011. Tel: 3261.1090

domingo, agosto 02, 2009

À beira de um ataque de nervos

Ando meio sumida, deculpem-me. Mas as coisas não andam fácil por aqui.

Tenho dois concursos marcados para agosto (espero que dessa vez eu tenha uma ótima notícia!). Vamos voltar para a civilização ainda em setembro, mas o marido ainda não sabe o dia que o caminhão com nossas deve sair (as aulas da pós dele foram adiadas por causa da gripe; os professores vem do Rio ou de São Paulo...) e, ainda por cima, não fizemos o orçamento "in loco" da mudança.

Ainda não temos apartamento e, provavelmente, nossas coisas vão para um guarda-móveis. O que significa que todas minhas coisas vão ficar encaixotadas até encontrarmos algo. A cada reportagem sobre a dificuldade de encontrar determinados imóveis para alugar fico mais nervosa. Algumas pessoas levam até 4 meses para encontrar! Ou seja, vamos ter que selecionar o mais importante (roupas, sapatos, bolsas, livros) e mandar em caixas separadas, por uma empresa de transporte.

Ainda temos que negociar com a imobiliária a saída. Apesar da lei, pagamos adiantado o aluguel (antes pagávamos direto à proprietária). Quando o imóvel passou a ser responsabilidade de uma, continuamos a pagar adiantado. Mas agora o apartamento já passou para outra e não tenho certeza de que eles guardaram os documentos que comprovam isso (apesar de guardar tudo, não encontrei o meu!). Já vejo problemas...

E o pior ainda está por vir. O orçamento doméstico vai ser reduzido. Vou deixar de lado o meu trabalho moleza de correspondente. E com isso, o $$ vai ser deixado também. Sem contar que estamos indo para um lugar onde os preços das moradias são o triplo daqui. Não sei o que vamos fazer ou poder fazer!

O marido diz que estou ansiosa e preocupada à toa. Mas eu sou assim. Metódica, preocupada, neurótica. E não tem nada a ver com o signo do zodíaco ou com meu carma. É fato!

quinta-feira, julho 30, 2009

Tradução simultânea

Uma das coisas mais difíceis de morar em outra região ou em outro país é conseguir entender o que as pessoas estão falando. Quando vim para a Terra de Malboro eu praticamente precisava de uma tecla SAP!

Na primeira vez que fui no supermercado, no caixa entreguei o cartão e a menina me fez a seguinte pergunta: É no vencimento? E eu retruquei: Que eu saiba só posso pagar no vencimento! Depois fui descobrir que ela estava perguntando se era crédito ou débito!

Para facilitar a vida daqueles que um dia passarão por aqui, resolvi fazer um dicionário básico "ceares-português". Básico mesmo, porque até hoje tem coisa que está fora da minha compreesão:

Carioquinha: Pão Francês

Baladeira: Estilingue

Macaúba: Fruta parecida com uma pitomba grande (ahhhhhhhhhhhhhhh)

Ata: Fruta do Conde

Bila: Bola de gude

Rebolar no mato: jogar algo fora

Esgalamida: Esfomeada

Briba: Lagartixa pequena

Girador: Rotatória

Cassado: Marsupial (tem isso aqui no Brasil?), quase um gambá

Baitola ou Balde: homem afeminado

Quartinha: Moringa

Pedaço: Quando empregado em determinada frase vira simônimo de "tempo". Por exemplo: Eu levo um pedaço para dormir!

Celular: específica garrafinha de aguardente que vende nos supermercados

Arrochado: apertado; ou, valente

Peia: Surra

"Gatovéio": mulher vulgar

Gato: amante

Quengado: coisa danificada; algo com problema; estar sem dinheiro

Juízo peidado: está com problemas pessoais

"Se abrir toda": rir muito

Danado: esperto

"Ó o mei": Saia da frente!

Arrudeia: Dar a volta em.

Cruzeta: cabide

Atoleimado: Desastrado

Biloto: Botão

Veaco: Caloteiro

Bombom: bala

Carne de charque: carne-seca (aquela usada na feijoada)

Chã de fora: cochão duro (corte de carne bovina)

Chã de dentro: cochão mole

quarta-feira, julho 29, 2009

Plantão médico

O marido foi segunda ao médico para descobrir porque está tossindo há mais de um mês sem parar. Uma tosse seca, que chega a ser irritante. Estávamos desconfiados de alergia, mas uns exames para lá e outros para cá e o coitado descobriu tudo e mais um pouco.

Ele foi diagnosticado com desvio de septo (tá aí a explicação para tanto uso de descongestionante e tantas assoadas no nariz, mesmo sem estar doente, e que nunca funcionavam), asma, rinite e refluxo (esse pode ser o causador da tosse, já que machucou o aparelho digestivo e está incomodando).

Hoje ele volta ao pneumo para saber como vai tratar tudo isso. Sem contar que vai ter que ir ao gastro e ao otorrino! Isso porque ele simplesmente detesta ir ao médico!

E a minha cadelinha (que não é tão pequena assim), está há uma semana andando com aquele abajur na cabeça. Um machucado que não sarava com nada estava piorando. Fez exames ontem (vocês sabiam que existe laboratório veterinário e eles ainda aceitam convênios caninos? Nem eu!) e hoje foi diagnosticada com fungo (provavelmente pegou nas poucas saídas) e sarna congênita (parece que todo cachorro tem o parasita, mas que só dá as caras quando a imunidade do animal está baixa. Juntou o fungo com o cio e a pobre está em petição de miséria).

Justo ela que eu cuido como um bebê. Que tomo todos os cuidados para sair na rua, que tem jogo de cama (feito especialmente para ela) para trocar sempre e ser lavado com água sanitária e tudo. Estou me sentindo uma péssima dona (dois dois!).

É... o negócio está feio!

domingo, julho 26, 2009

sábado, julho 25, 2009

Dados

Segundo, a Folha de São Paulo "A gripe comum foi responsável por 17 mortes por dia em São Paulo no ano passado. Ao todo, 6.324 pessoas morreram na cidade em 2008 devido a males provocados pela gripe, como pneumonias, bronquites e outras doenças pulmonares".
"Para chegar a esses números, a Folha tabulou os dados do Tabnet (sistema da prefeitura de São Paulo que disponibiliza números de mortalidade na cidade) com base em critérios do Ministério da Saúde."
"Nesta semana, o ministério anunciou que 70.142 pessoas foram mortas pela gripe sazonal no país em 2008."

Agora me digam: cadê o alarde? Não tem, né? Assustar a população, dando notícias sobre mortes causadas pela gripe suína o jornal faz quase em tempo real. Todo o santo dia, em todo o telejornal. Agora dizer que morre tudo isso de gente por causa de uma gripe comum e suas complicações ninguém fala. Por quê?

Porque não dá manchete! Não aumenta a audiência! Eles poderiam, ao menos, falar a verdade por inteiro, não?

Apreensão

Se tem uma coisa que deixa o torcedor apreensivo, é um carro passando reto numa curva, um helicóptero e um piloto desacordado. Um óvni acertou o capacete do Felipe Massa em pleno treino!

Que nada de grave tenha acontecido. Não é meu piloto favorito, mas que tudo esteja bem!

quinta-feira, julho 23, 2009

Ofélia


A Lúcia hoje estava escrevendo sobre o quanto ela odeia cozinhar. O engraçado é que o post dela me fez refletir a minha relação com a cozinha (porque com a comida é ótima! hasudahdsuhsaudhu).

A minha primeira vez na cozinha (a sério, já que pipoca, brigadeiro e queijo na chapa não entram nessa categoria) foi patética, para dizer o mínimo. Eu deveria ter uns 16 anos (sim comecei velha! Minha bisa não deixava a gente chegar perto do fogão) e estava sozinha em casa com minha irmã.

Estávamos assistindo a um programa da MTV com a Astrid. Programa esse em que ela recebia convidados para conversar enquanto preparavam o prato predileto deles. A entrevistada da vez era a Adriane Galisteu, que fez um Macarrão ao molho de tomate com manjericão.

As espertinhas resolveram fazer igual e lá fomos nós para a cozinha. Colocamos o macarrão na água quente, demos aquele jeito no molho e ficamos à espera. Minhã irmã resolve fazer a pergunta do século: Como vamos saber se o macarrão está pronto? E eu dou a resposta genial: Temos que esperar ele subir! Eu vi no Note e Anote que nhonque quando pronto, sobe!

Sim caros leitores, consegui a façanha de confundir nhoque com macarrão. É lógico que não subiu nada! Resolvemos tirar o macarrão assim mesmo; já mole, é verdade! Ficou horrível.

O tempo passou, fui fazer faculdade e um dia resolvi que era melhor cozinhar do que comer em restaurante (ó o colesterol dando as caras). Meu primeiro prato? Um strogonoff de carne que nem eu consegui comer! ashduahsduahd ERA INTRAGÁVEL!


Hoje, anos depois, e agora cozinhando todos os dias, estou cada dia melhor. Meu arroz ainda fica empapado vez ou outra. Muitas vezes erro no tempero. Mas meu marido come de joelhos meu escondidinho e o sogro fez tráfico das minhas empadas de camarão.

Adoro cozinhar! Pena que dá trabalho, tem que limpar a cozinha e, ainda por cima, prejudica na balança. Nem tudo pode ser flores, né?

PS: Quer dica de um ótimo site? Rainhas do Lar! Hummm, delicious!

terça-feira, julho 21, 2009

Que ódio!

Você percebe que sua academia é um lixo (ai que saudades de São Paulo nessas horas), quando vai renovar e descobre que agora tem que pagar pelo uso da esteira! Como assim, Bial? Vou ter que correr na calçada agora para fazer o aeróbico?

Já basta ter que pagar separado pelo spinnig. E olha que não é pouco!

Ter que suar naqueles aparelhos nojentos, passando álcool neles como se não houvesse amanhã, porque não há um ar-condicionado (alowww, aqui faz 30graus numa noite fresca) e o povo não tem a delicadeza de levar uma toalha.

Juro que se tivesse dinheiro eu mesma motaria uma academia de alto nível nessa cidade. Ficaria rica!

segunda-feira, julho 20, 2009

Semana cheia!


Eba, mais um selinho para o blog! Esse veio do Olavo.

E seguindo o que ele postou, está aqui para quem quiser pegar! Feliz dia do amigo (mesmo que seja virtual)!

Ahhh o amor!

Segundo a Uol, um casal que se reencontrou por causa de uma carta de amor que ficou dez anos perdida finalmente se casou na última sexta-feira, na Grã-Bretanha.

Eles se apaixonaram há 17 anos, quando ela passava uma temporada estudando inglês no condado de Devon. Chegaram a ficar noivos , mas acabaram rompendo o romance quando ela se mudou para Paris.

Anos depois, o rapaz conseguiu o endereço da ex-sogra, na Espanha, e enviou para lá uma longa carta pedindo para reatarem.

Mas a carta, que havia sido colocada fechada sobre uma bancada, acabou escorregando e ficando perdida atrás de uma lareira, de onde só foi recuperada recentemente, durante uma reforma.

Ao finalmente receber a carta, a moça exitou mas telefonou para ele e, dois dias depois, os dois se reencontraram em Paris.

Os dois haviam permanecido solteiros todos estes anos.

"Finalmente estou me casando com o homem que eu sempre amei", afirmou ela.

A vida poderia ser, vez ou outra assim, não?! Um amor, cenas bonitas, reencontros com trilhas sonoras... As pessoas seriam mais felizes, sem dúvidas!

sábado, julho 18, 2009

Selinho


Ganhei um selinho muito legal da Dri!

As regras são:
- Publicar o selinho e indicar quem o repassou! (Feito!)
- Responder as questões:


1. Você é casada?
Sim. Há 2 anos e 3 meses.

2. Tem quantos filhos?
Não, mas estamos começando a pensar no assunto.

3. Fuma?
Não. Tenho tenho bronquite.Não ligo que fumem, mas longe de mim!

4. Bebe?
Às vezes. Mas só bebidas de mulher! kkkk Nada de cerveja ou whisky.

5. Tem compulsão por algum tipo de comida?
DOCE!

6. Prefere frio ou calor?
Tanto faz. Ando com saudades do frio...

7. Prefere doce ou salgado?
Se tiver que escolher um: doce! Mas se puder comer os dois...

8. Qual sua profissão?
Estudante profissional

9. Último filme que você viu?
Não me lembro... Acho que Brigit Jones - no Limite da Razão em algum canal da Net.

10. Qual foi o dia mais feliz da sua vida?
O dia do meu casamento. Ter todos os amigos juntos, ver a alegria da família, realizar um sonho, não tem preço.

- Indicar 05 blogueiras para receber o selo e avisá-las, vamos lá:

Lúcia (Novidades)
Cláudia (É o seguinte, tá bem!)
Renata (Passei dos Trinta)
Nade (Orgulho de Ser)
Renata (Meu Divã)

PS: ACABEI DE GANHAR O MESMO SELINHO DA CATA! ADOREI! SELINHO DUPLO. OBRIGADA!

quinta-feira, julho 16, 2009

Tá decidido!

Voltei e com novidades! Vamos mesmo voltar para São Paulo. Antes do feriado de finados já estaremos respirando os ares (nem tão limpos) da capital da américa latina.

Nesses 10 dias que passamos lá, ficamos correndo de imobiliária em imobiliária. E agora tenho algumas certezas:

1- As pessoas acham que o imóvel delas é sempre o melhor de todos, sem contar que em alguns deve existir ouro enterrado no contrapiso da sala!

2- Não faça uma decoração fixa de móveis super-a-sua-cara, salvo se não tiver interesse de vender o seu apartamento. Não pode voltar atrás, heim?! Só porque você gostou daqueles 3 (Juro!) bares na sala, não quer dizer o que o resto da humanidade goste ou beba como você.

3- Precisa colocar o mesmo apartamento em todas as imobiliárias conhecidas da cidade? Assim, faz a gente passar vergonha de ter que ir 2 vezes no mesmo imóvel e, o pior, com você dentro!

4- Se for para vender/alugar algo que você ainda more dentro, faça o favor de arrumar a casa, mandar a empregada não mascar chiclete de boca aberta, nem fique andando atrás da gente durante o tour. Isso nos deixa constrangidos!

5- É extremamente chato ver algo onde o morador ainda está e não poder abrir os armários para ver se estão bons, nem olhar as paredes porque os móveis estão entulhados. Tira toda a vontade de morar num lugar onde não se pode ver nem o chão!

Resumindo: não vai ser fácil!

domingo, julho 05, 2009

Milhagem

Estamos indo para São Paulo essa semana tentar pôr em pratos limpos essa história da transferência. Na verdade, o marido vai e eu vou junto para aproveitar! adhaudhuhduah

Vamos ver se finalmente eles confirmam a mudança, o local de trabalho, quem paga o quê... Vamos ver se teremos notícias boas e concretas.

Na mala, para variar, estamos fazendo tráfico de castanhas e de toalhas de renda!

sexta-feira, julho 03, 2009

Better Be Careful

Você economiza o ano todo. Faz planos. Marca as passagens e reserva o hotel. Torra todo o seu dinheiro muitas vezes em compras (afinal você vai para os "States" para se afunda nos outlets e não para conhecer Miami).

Volta para casa cansada, mas feliz. Ainda mais porque comprou tudo o que queria com aquele preço camarada. Pega a mala na esteira contando os minutos para chegar e poder abrir tudo. E aí vem a pior parte: descobre que foi furtada e não sabe como, já que os cadeados estão intactos. Liga para a empresa aérea e descobre que ela não vai fazer nada por você, já que você tinha que ter reclamado ali na hora, no desembarque (MESMO ASSIM VÁ AO JUIZADO ESPECIAL E RECLAME DANO MORAL E PATRIMONIAL!)

E você fica ali durante dias tentando descobrir o que aconteceu... Pois eu lhe digo como! Vejam isso!



Ou seja, comprem uma mala sem zíper (é caro, eu sei) ou empacotem a mala com aqueles filmes plásticos disponíveis em aeroportos. Um dia pode ser as suas compras; em outro, drogas na sua mala! Fiquem atentos!

quarta-feira, julho 01, 2009

Hummm


Eu que fiz! Eita mulher prendada!ahdahsduahsduah

SUFLÊ DE QUEIJO COTTAGE

1 colher (sobremesa) de cebola ralada
1 colher de sopa de margarina light
1 copo de leite desnatado
1 colher (sopa) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de queijo ralado (usei parmesão de envelope)
2 gemas
sal
200g de queijo cottage
3 claras em neve

Bata no liquidificador o leite com a farinha.
Frite a cebola na margarina e acrescente o leite batido. Mexa até engrossar. Retire do fogo, junte as gemas, o queijo cottage e o sal. Depois que esfriar, junte o queijo ralado e as claras batidas. Despeje em uma forma untada com margarina e leve ao fogo médio. O tempo para ficar pronto depende do forno. Mas ele deve dourar e parar de borbulhar.

terça-feira, junho 30, 2009

Utilidade pública


Eu já disse aqui que sou o tipo de pessoa que não consegue jogar quase nada fora. Mas isso não quer dizer que eu seja uma pessoa desorganizada! Pelo contrário. Gosto de tudo milimetricamente guardado no seu devido lugar!

Tenho verdadeira obsessão por caixas, porta-trecos, organizadores de gavetas. Pena que não há orçamento que seja suficiente, nem espaço para pode colocar tudo isso. Vez ou outra tenho que praticar o desapego.

Dias atrás fiz uma limpeza no armário de roupas (a última foi quando casei) e separei (quase) tudo que não usava mais, mas que estava guardado para uma eventualidade. Peguei as roupas imprestáveis do marido, mas que ele se recusava a deixar por a mão... não foi fácil! Fui direto para o posto da Cruz Vermelha, antes que eu mudasse de idéia. As chuvas aqui fizeram estragos e muita gente perdeu tudo.

Mas como eu disse, tenho obsessão por organizar as coisas e agora achei o blog que ensina a fazer isso direito! Sim, porque há uma ciência por trás de tudo isso. Chega de bagunça! Vale a pena dar uma lidinha.

sábado, junho 27, 2009

Canoa Quebrada by Virgínia Tour


Se você leu em algum lugar que Canoa Quebrada é o paraíso do Ceará, acredite. Isso não quer dizer que seja espetacular. A vila é bem pequena, lotada de pousadas, bugueiros e tem poucos restaurantes bons. Nada muito além disso.

O passeio principal em Canoa é andar de bugue para conhecer as falésias. Pode ser feito por até 4 pessoas (5 se alguém se dispor a sentar no banco do passageiro) e o preço varia conforme a época, a sua cara,o bugueiro, etc (a média é R$180). Os bugues saem em todos os horários, mas o passeio ideal depende da maré, já que em algumas partes a passagem pela praia fica impossível quando ela está cheia. Em alguns lugares pode variar mais de 30 metros! A faixa de areia some.

Em Canoa você vai encontrar as areias coloridas e as famosas garrafinhas (já disse que deve haver um cartel dessa garrafinhas no NE?). O passeio leva onde elas são feitas (ao lado de uma casa-museu com esculturas na areia e em troncos de árvores criadas pelo Toinho da Areia). Você pode encomendar a sua (pedir com seu nome, escudo do time do coração, desenho preferido, etc) buscar e pagar no fim do passeio.

No passeio mais longo, que vai até Ponta Negra, o bugueiro para para um almoço em um restaurante no meio do nada (você nem acredita que tem comida naquela lonjura). A comida é simples, mas com fome...

Na época de chuvas algumas lagoas se foram e é possível brincar no "esquibunda" ou no "areobunda". Normalmente paga-se as descidas. Mas garanto que você vai querer pagar para te subirem de volta quando olhar o tamanho da duna que lhe espera!

O passeio é bonito, mas cansativo. Se der sorte, vai terminar junto com o fim do dia. Peça para o bugueiro parar na duna principal da vila. Dela é possível ver o sol se pôr "direto no chão", não tem montanhas para atrapalhar o espetáculo!

A noite a dica é ir até a Broadway que é a rua principal da cidade onde estão os restaurantes e bares. Existem para todos os gostos. Depois de comer você pode aproveitar o forró que toca em alguns lugares.

O ideal é ficar o fim de semana. Um dia de passeio de bugue e outro para a proveitar o sol, seja na piscina da pousada, seja nas barracas de praia que ficam perto da cidade. Ou ainda fazer um passeio de jangada (as próprias barracas dão as informações. R$30 em média)Como chegar?
Canoa Quebrada fica a 167km de Fortaleza. A estrada até lá (CE-040) é boa e está duplicada em um pequeno trecho. Os quilômetros finais de Aracati até Canoa Quebrada estão terríveis! (aquele João Buracão passou por lá, mas de nada adiantou!kkkkkkk)
Você pode ir de carro, de ônibus ou ir fazendo um tour saindo de Fortaleza feito pelas agências de viagens. Mas esse último é feito em um dia, naquele esquema bate-e-volta.

Onde ficar?
A melhor pousada, sem sombra de dúvidas, é a Long Beach Village! Vista maravilhosa da piscina. Mas recomendo também a Aruanã. E se você estiver buscando algo mais simples, mas limpinhos, a Pousada 7 Mares.

Onde comer?
Costa Brava (meu primo e meu marido devoraram sozinhos uma Paella que daria para umas 4 pessoas!), mas não é barato.
Natural Bistrô (charmosinho e com um cardápio diferente; carinho também - lembre-se que você está num lugar onde o povo fala alemão e gasta em euro, por incrível que pareça)

PS: Muitas pessoas que passam aqui no blog vêm em busca de informações sobre as viagens que já postei aqui. Então resolvi fazer um post sobre Canoa Quebrada para tentar ajudar os viajantes.