sábado, janeiro 23, 2010

Reciclando...

É incrível como homem não presta atenção em nada. Ou melhor, presta, mas no que interessa muito a ele! E só!

Vocês sabem que mudamos da Terra de Malboro para o Sumpaulo há uns meses. Eu também disse que nosso nosso apê é 2/3 menor que o anterior. E ainda estava sem armários. Compramos um lindão para o quarto nosso, mas ainda não compramos outro. O que significa que o espaço para guardar tudo diminuiu consideravelmente.

Foi aí que a coisa ficou séria. Quando a nossa mudança foi marcada, decidi me desfazer de coisas que eu não usava, mas guardava para poder usar um dia. Não sei jogar nada fora! E foi com dor no coração que doei roupas e mais roupas, sapatos, bolsas... Mas o maridão é pior que eu, e não quis se desfazer de nada!

Mas na hora de colocar tudo aqui no único armário da casa... não teve jeito. Ou doava (ou jogava fora dependendo do item) ou não cabia. Ele não arredou o pé. E eu tive que fazer tudo sozinha. Escondida! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Gente! O que eu tirei de roupa dele das caixas e coloquei em uma enorme para doação não foi bricadeira. O marido estava perto das 100 camisetas. É lógico que não tirei as que ele mais usava ou que ele gostava muito, porque não queria que ele percebesse. E ainda desfiz de casacos (alguns meus), calças... tudo isso aconteceu há 3 meses.

E só agora (depois de ver o faxineiro do prédio por dois dias chegando com roupas do marido! Pausa para confessar o pensamento... "Nossa, o cara tem uma camisa igualzinha a do Marido. CK!? OPA! Eu DOEI isso!" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk) que eu me dei conta que ele não percebeu que uma caixa lotada de roupas dele sumiu! Para vocês verem...

No Natal agora ele ganhou e comprou outras mil roupas... de novo as coisas estão apertadas. E eu já tirei ontem mesmo mais 5 camisetas (que estavam russas, eram pretas antes) e um sapato meu.

E assim vai ter que ser, entra um, sai dois! Não tem jeito...

PS: Se vocês também são casadas com homens que não se desfazem de nada, mas têm medo dele descobrir que "sumiu", antes de doar de vez, dê um sumiço temporário na peça. Esconda em algum lugar, se ele não perceber em 1 mês, pode doar. Ele nem sabia que tinha!

5 comentários:

Lucia Cintra disse...

Tadinho Virginia, rs. Eu nao teria coragem de fazer isso com o Al. Se bem que quem "coleciona" coisas aqui em casa sou eu. E ficaria mt triste se ele fizesse isso comigo, pois tem certas coisas que nao dou ou jogo fora por terem valores sentimentais. bjos

Re disse...

Vi, la em casa temos um regra: se entra um, sai outro. Comprou um sapato? Tem que tirar outro do armario..se nao nao cabe. E sabe, eu ja fiz isso de esconder e depois jogar fora. Eles nao percebem mesmo. Bjs e boa sorte

Adriana Mello disse...

Esse problema eu não tenho. O Renato é super organizado nesse aspecto. Muito mais do que eu.

Virgínia disse...

Lúcia... não são coisas colecionáveis, são roupas não utilizadas nos últimos 6 meses, pelo menos. Acho que morreria se jogassem minhas coisas guardadas fora, mas roupa tem hora que tem se ser radical. Não tem jeito! rsrsrsr

Re: Ainda bem que não sou a única "criminosa" rsrsrsrsrs

Dri: Manda o Renato aqui para dar umas aulas para o marido!

Bjs

Cláudia disse...

Passei quase 15 anos da minha vida casada e fazendo precisamente isso. Ele NUNCA notou.
Era a única forma, porque senão as coisas não cabiam mesmo!
beijos e espero que tenha corrido tudo bem hoje na tua prova.