quinta-feira, março 12, 2009

Momento "vergonha alheia"

Por quê toda vez que algum representante de governo estrangeiro vem ao Brasil temos que colocar mulatas rebolantes para recepcioná-lo?


Sua Alteza príncipe Charles e a esposa, a Duquesa da Cornualha (fala sério! Depois reclamam das sogras que ficam com a chave da despensa. Isso é fichinha perto de ter recebido um título desses da sogrita) estão aqui no Brasil. A gente sabe que eles não apitam nada na política internacional, que essas visitas servem para estreitar relações comerciais, blá, blá...

Mas precisava colocar aquelas mulatas? Nada contra elas, o problema é a situação. A Charles já não é mais um rapaz (parece que da primeira vez ficou "encantado" com o dotes de uma das moças), o assunto não era o carnaval (e sim o meio-ambiente). Sem contar que a gente luta tanto para acabar com essa imagem estigmatizada que os forasteiros têm da gente (mulheres + Brasil = bacanal - no mínimo).

Mas não foi só isso. Ainda trouxeram o Raoni (só faltou o Sting), levaram os dois numa favela (tá, não era turismo, mas sim para mostrar o trabalho de uma ONG), e ainda deram uma pá(!) para eles plantarem um ipê e um pandeiro para sua Alteza mostrar a habilidade musical. Mais mico impossível.


Depois queremos que eles nos levem a sério. Não era melhor levarem os dois para verem como reciclamos nosso lixo, o que fazemos com nossos aterros sanitários? Mostrar como estamos tentando preservar o que resta da mata atlântica ou evitar que madereiros acabem com a amazônia?

Talvez porque, tirando a parte da recliclagem, estamos fazendo muito pouco para melhorar o restante. Pensando bem, melhor deixar as mulatas.

PS: não me venham dizer que nós somos melhores do que eles, que esse negócio de monarquia é ridículo, etc Se é para falar em tradição, porque não recepcioná-los com frevo, bumba-meu-boi, congadas... afinal, tudo isso é tradicional.

4 comentários:

Lucia Cintra disse...

Concordo com voce. A imagem que ja passamos pros estrangeiros ja nao e' boa... Hoje em dia nao escuto muito disso, mas antigamente, toda vez que falava que era do Brasil ou Rio, o pessoal so sabia falar em Carnaval, nas mulheres, etc... Eu ficava ate meio P.

E os filmes brasileiros? So fazem sobre pobreza, violencia, favela... nao e' a toa que estrangeiros so tem essa imagem da gente. bjos

Re disse...

Apioado!

Cláudia disse...

morro de vergonha alheia...
fico só pensando na volta, no chá das 5 lá no Buckingham, eles comentando a visita ao Brasil, oh God!
beijo

Virgínia disse...

Lucia: e não é verdade? Basta dizer que é brasileira para os caras pedirem para a gente sambar! Como se eu fosse pedir para uma espanhola dar um "palhinha" nas castanholas... cada uma, viu?

Re: Vamos fazer um manisfesto igual ao do Pedro Cardoso? adhsuahduahdua

Claudia: Nem me fale! Mommy dizendo: Como foi a visita, Chaaaarrrles? Ele: O samba-do-crioulo-doido, alteza! ahduahsduashdu