segunda-feira, novembro 23, 2009

Decepção

Feriadão! Último do ano sem aquelas obrigações familiares que nos acompanham no Natal e Reveillon. Mas o marido quis ir pescar e eu acabei ficando sexta e sábado em casa.

Era para eu dar uma adiantada na minha monografia da pós (tenho até fevereiro para entregar), mas só consegui ficar na frente da TV assistindo a uma overdose de Heidi Klum e o seu Project Runaway. Fazer o quê? Zero de inspiração para escrever uma linha sequer!

Domingo, para compensar, ele me sugeriu um passeio diferente. Fomos ao Hopi Hari. Sem nenhuma pretenção, é verdade. Mas confesso que fique super desapontada! O site diz que o parque foi eleito pela oitava vez o melhor parque temático do Brasil! Mas tem outro? Assim fica fácil ganhar...

Achei o parque mal cuidado. Em todos os luagres haviam toneladas de chicletes grudados. Sem contar o lixo nos vãos. Tá certo que os visitantes é que são mal-educados, mas vai me dizer que na Disney todo mundo é fino? Nos parques americanos a gente não vê uma planta fora do lugar! Tudo está sempre pintado e bem conservado. O mesmo não podemos dizer do parque de Vinhedo.

Sem contar as quebras (falha técnica para mim é eufemismo). Não teve um brinquedo que não parou (às vezes mais de 30 minutos) por causa de uma falha! E não havia um funcionário para esclarecer. Sorte que o sol só apareceu de tarde, senão iríamos sair mais torrados que camarão de praia! Ficamos mais tempo parados em filas por isso do que andando em atrações. Na montanha-russa nem andamos. A dita-cuja parava (quebrava) a cada volta. No final, perdi a paciência e a coragem. Eu que não ia servir de cobaia!

Por falar em falta de funcionários. Não havia ninguém para esclarecer a respeito das paradas, ninguém para inibir os cara-de-pau que furam fila, nada!

No final, saímos de lá com a sensação de nota 3. Isso numa escala de 0 a 10! Não estou querendo comparar tudo com a Disney, seria um absurdo. Muitas daquelas pessoas sequer sabem onde ficam Orlando, então tudo é festa. Mas ganhar um prêmio de melhor parque temático do Brasil precisa de um motivo. E eu não achei nenhum!


Como chegar?
O parque está localizado no km 72,5 da Rodovia dos Bandeirantes (SP), sentido interior; Se você for de carro, tem estacionamento. Custa R$20, pagos na entrada.

Quando custa? Preparem o bolso! O preço do passaporte normal (se você não tem até 3 anos, nem é maior de 65) é R$59 na bilheteria. Estudante paga meia-entrada, mas também não brinca! O desconto só vale para as atrações culturais (juro que não sei quais são). Se quiser brincar, ou paga tarifa cheia, ou para por cada brinquedo (aí dá para usar o desconto para entrar no parq

O que comer? O parque possui vários quiosques com lanches, bebidas, doces e até um restaurante. Não é barato. Dois lanches do tipo "Mac" ficam em torno de R$40. São grandes, é verdade. A água custa R$4! Mas você pode levar sua matulinha sem medo.


Preciso ficar carregando as minhas coisas?
O parque possui guarda-volumes. Custa a bagatela de R$15! Mais R$2 de seguro, que são devolvidos quando você devolve as chaves.

Está sempre aberto? Para evitar aborrecimentos, melhor conferir no site do Parque

Um comentário:

Lucia Cintra disse...

Que chato isso! As pessoas deviam dar mais valor as coisas. E sabia que na Disney eles nao vendem chiclete em lugar nenhum justamente pra nao terem essas coisas grudadas no chao e outros lugares? Voce nao ve uma mancha preta pelo chao, tudo eh mt cuidado mesmo. bjos