sexta-feira, julho 25, 2008

Dai-me paciência

Estou aqui pelas bandas do sul aproveitando a casa da mamãe, a família e a cozinheira daqui. Mas chega uma hora que a realidade bate à porta. O mês acaba semana que vem e eu preciso voltar para casa.

Antes de vir, dei uma pesquisada da internet e vi que as passagens estavam caras. Achei melhor esperar; afinal, sempre tem uma promoção da vida. O tempo foi passando, as promoções não apareceram, o preço aumentou e eu estava ficando sem alternativa. Resumindo: eu teria que 'morrer' com pelo menos R$730 só pela passagem de ida!!!

Resolvi, não sem dor no coração, que iria gastar minhas suadas milhas (que estavam sendo juntadas para uma viagem, tal como a que fiz nessas férias) para voltar; o que não tem remédio, remediado está, não é mesmo?

Qual não foi minha a surpresa quando descobri que tenho uma passagem em aberto na TAM! Incrível! Como assim?? Quando eu deixei de voar? Daí lembrei que era uma passagem que havia comprado para um casamento há uns meses atrás. Comprei numa noite e no dia seguinte apareceu uma promoção (ida e volta mais baratas que só a ida que eu tinha comprado). Na época, fui ao aeroporto e pedi o cancelamento da primeira e comprei as outras duas. O atendente disse que seria cancelada... pelo jeito não foi! E eu estava pagando por ela!!!!! Isso que dá ter mais parcelas no cartão para a TAM que qualquer um por aí, a gente nem sabe o que está pagando.

Só que aí vem a parte boa. Para eu trocar a passagem preciso ir pessoalmente a uma loja da TAM. A mais próxima fica a 100km daqui... é, mais uma vez o maravilhoso jeito TAM de voar entra em ação. Nem sei quantas vezes já reclamei disso, mas eles não mudam. Agora me digam: o que faz o cara que não tem nenhuma loja TAM por perto, mesmo que esse perto seja a 100km???

Tive que ir, e o melhor, a mocinha disse que eu nem precisava ter ido. Bastava alguém ir no meu lugar. Será que ela acha que eu tenho conhecidos (e ainda por cima, dispostos a ter trabalho) em todas as cidades do Brasil? Eu mereço!

Agora a passagem está comprada e a contagem regressiva para voltar para a casa (FINALMENTE) e sentir saudades daqui (é duro) começa...

2 comentários:

Adriana Mello disse...

Essas empresas aérea não tomam jeito! Uma pior do que a outra.

Virgínia disse...

As empresas e os funcionários dos aeroportos em geral: a Infraero resolveu entrar em greve. Eu devo de jogado pedra na cruz! Bj